Saturday, 15 May 2021

O QUINTO IMPÉRIO DE PORTUGAL | RETHINKING SUSTAINABLE GOALS

SÉRIE - RETHINKING SUSTAINABLE DEVELOPMENT GOALS
time-reading-barometer | 1 minute 36 seconds | 323  words

era um dia número-primo. era o dia do Sebastião ir de carro para a escola com o pai. nos outros dias o Sebastião ia a pé sozinho. à porta da escola  o Sebastião mediu a coragem e decidiu dar a conhecer ao pai a sua avaliação final. “REPROVADO”. era a quarta vez que o Sebastião era retido no quinto ano. o pai do Sebastião sem levantar os olhos desferiu um golpe cego com o punho cerrado na face do filho. a força do murro lançou a cabeça do Sebastião contra a quina da porta provocando-lhe um corte. corte que deitava sangue. sangue que sabia  a ferro. ferro do cinto que o pai do Sebastião também usava para bater na mãe do Sebastião.   mãe a  quem o Sebastião tinha jurado proteção.  Sebastião criança que assumiu com tenra idade a governança.  pai do Sebastião que arrancou e só parou perto do café  onde todos os dias pediauma bica com um cheirinho por favor. cheirinho que escondia o portugal-das-coisas-más. Sebastião que tinha a idade de Dom Sebastião e não conseguia passar  do quinto ano. quinto era o império que Portugal também não conseguia alcançar . Sebastião que só conhecia o portugal-das-coisas-más. Portugal que não pode perder mais nenhum  Sebastião. Portugal  que tem de alcançar o V-Império até ao ano MMXXX.  

#ODS4 PEDIMOS DESCULPA A TODAS AS CRIANÇAS  QUE SÓ CONHECEM O MUNDO-DAS-COISAS-MÁS. #ODS5 PEDIMOS DESCULPA A TODAS AS MÃES QUE SOFREM DE VIOLÊNCIA EM CASA. AGE COMO SE NUNCA TIVESSE EXISTIDO NENHUM ARTIFÍCIO DE MODA, DE NEGÓCIO, DE POLÍTICA, NEM DE RELIGIÃO. INTERVÉM UTILIZANDO A SINGULARIDADE DA TUA LINGUAGEM, COMO SE a tua linguagem fosse o único remédio capaz de curar toda e qualquer desordem. SOPRA PÉTALAS OF KNOWLEDGE TO BE E ESPERA QUE O VENTO AS TRAGA MAIS FORTES.  ACREDITA NA FORÇA DA PAZ (positividade), DA INOVAÇÃO (genialidade) E DO EMPREENDEDORISMO (responsabilidade) E DASAFIA A FORÇA DA GRAVIDADE DE QUEM NÃO ACREDITA.