Friday, 20 May 2022

A DESTILAÇÃO DA CONDIÇÃO MULHER-MUNDO | RETHINKING SUSTAINABLE GOALS

SÉRIE - RETHINKING SUSTAINABLE DEVELOPMENT GOALS
time-reading-barometer | 1  minute  30 seconds | 303  words | updated 16april22

17steps@principiahumanitatis.org

talvez seja irónico  a-condição-mulher encontrar  os seus fundamentos primitivos  na destilação condição-mulher-mundo. destilação que encontra a ironia do drama-cénico na catarse humana de maior indiferença. o que não  sendo um estilo que a-mulher  pediu é contudo a condição que é forçada a provar. condição que entrega-mulher à representação mais complexa e difícil que se possa imaginar: ser-mulher neste mundo. o enredo por trás do drama cénico da condição-ser-mulher-mundo não prima pela poesia. e culmina sempre no êxodo-alma-mulher depois de tempos somados de purga-mundo em que o produto da quantidade  produzida são lágrimas de muito sofrimento. mais uma prova da ironia do destino? talvez.  abre-se assim a oportunidade à revolução-nome-mulher. a revolução-nome-mulher  é uma coisa-de-mulher.  é um processo profundo através  do qual a-mulher deixa de chamar pelo nome do sofrimento que viveu. quando uma mulher deixa de chamar por algo esse algo deixa de existir. ou melhor! encontra o seu fim. com a revolução-nome a mulher silencia os nomes que pesaram na sua identidade-destilação-mundo. à revolução-nome-mulher segue-se a revolução-gravidade. altura em que a-mulher se debate com o-peso-mundo sobre a sua existência. é neste momento que a-mulher percebe que é-por-isso que se morre e que é-também-por-isso que se desiste. desistir é uma forma de-se-ir-morrendo e o morrer tira-lhe esse peso-mundo. numa mulher há sempre uma-parte-mulher que morre.  há sempre uma outra-parte-mulher que desiste.  o fecho da destilação  condição-mulher-mundo é normalmente selado pelo papel mulher em contos de fadas. mais uma prova da ironia do destino-mulher?  

#ODS1 + #ODS2 + #ODS3 + #ODS#4 + #ODS5 + #ODS 6 + #ODS7 + #ODS8 + #ODS9 + #ODS10 + #ODS11 + #ODS12 +#ODS13 + #ODS14 + #ODS15 #ODS16 + #ODS17 PEDIMOS DESCULPA, A TODAS AS MULHERES QUE  SÃO DESTILADAS PELO MUNDO.