Wednesday, 27 April 2022

O SANTO ESQUECIDO QUE ENGOLIU A DOR DO FOGO DE PEDRÓGÃO GRANDE | RETHINKING SUSTAINABLE GOALS

SÉRIE - RETHINKING SUSTAINABLE DEVELOPMENT GOALS
time-reading-barometer | 1 minutes 55 seconds | 384  words 


2017. dia houve em que portugal   ficou envolto uma nuvem negra. nuvem que não carregava o alento do milagre do regresso de D. Sebastião. nuvem que  carregava muita maldade. nuvem  que falava do sofrimento. sofrimento do inferno que colheu vidas boas. inferno que veio testar portugal.  prova que veio mostrar  a arquitetura  da doença da nação. as lágrimas do povo português não foram suficientes para apagar da memória as vidas que o fogo do inferno roubou.  o sofrimento das aldeias que andavam  esquecidas.  a dor das árvores perecidas. a dor dos  animais extintos.  as vidas  roubadas   numa estrada que também andava esquecida. em modo-emergência reuniram-se na altura aqueles que administravam o país. os mesmos do passado. os mesmos do presente. os mesmos de sempre. reuniram-se para cobrir  tão grande maldade. uns culparam as árvores argumentando que se não houvessem árvores o fogo nunca teria queimado. outros culparam a chegada do verão  porque se não existisse verão  não teria havido fogo. outros  culparam  a estrada porque se  a estrada não existisse  o fogo não teria por ela passado a assar. outros culparam o azar pois se não houvesse  azar o fogo não teria tido tanta sorte. porém. depois de muito conversarem concluíram  que o melhor seria acender velas ao santo esquecido: o padroeiro das classes elites de portugal. estes indivíduos que govermam o país:  os seus economistas, os seus políticos posam  as suas vastas frontes nas suas vastas mãos e arrancam das concavidades da sua sabedoria farisaica esta resposta, a tenebrosa resposta da  média idade às reclamações do sofrimento humano: paciência! o remédio está no céu...(1)  santo esquecido! que fez sempre esquecer o povo das mais graves falhas de governação de portugal.  valha-nos o santo esquecido!, gritou ao coração da plebe a nobreza e a burguesia (dona dos jornais de portugal) que  consagrou em prosa  o santo esquecido como grande padroeiro de portugal.  assim foi a dor da irresponsabilidade do fogo de pedrógão grande engolida. a barriga de portugal está por rebentar... 

(1). "Cartas de Inglaterra", Eça de queirós, 1905

#ODS1 + #ODS2 + #ODS3 + #ODS#4 + #ODS5 + #ODS 6 + #ODS7 + #ODS8 + #ODS9 + #ODS10 + #ODS11 + #ODS12 +#ODS13 + #ODS14 + #ODS15 #ODS16 + #ODS17 PEDIMOS DESCULPA AO POVO  PORTUGUÊS PELO SOFRIMENTO DE PEDRÓGÃO. O SEU TERMO DE   RESPONSABILIDADE NUNCA  SERÁ PERDOADO.

ODS = Objetivo de Desenvolvimento Sustentável = SDG = Sustainable Development Goals (17Steps4Sustainability).