Friday, 1 April 2022

O INSTANTE-HUBBLE E O MOMENTO PORTUGÊS D'EVOLUÇÃO | RETHINKING SUSTAINABLE GOALS

SÉRIE - RETHINKING SUSTAINABLE DEVELOPMENT GOALS
time-reading-barometer |1  minute 29 seconds | 298  words | updated 1322022
17steps@principiahumanitatis.org
blandina novais aparecida ficou deslumbrada quando em 1995 o telescópio espacial hubble captou uma das imagens mais extraordinárias do universo num momento também ele extraordinário. na imagem podiam-se ver três colunas gigantes de gás frio banhadas pela escaldante luz ultravioleta de um grupo maciço de estrelas jovens numa pequena região da nebulosa águia (M16). estas três colunas tomaram o nome de pilares-da-criação e os astrónomos explicaram que estas regiões de formação de estrelas mostravam exatamente o mesmo ambiente de nascimento que acolheu a formação da maior estrela  – o sol. para blandina novais aparecida o interessante era a imagem ter captado os  pilares-da-criação das estrelas num  momento único de evolução.  blandina novais aparecida tinha oitenta e oito anos e sentia-se cada vez mais próxima do universo hubble e mais afastada do universo português a que chamava: a pequena região da nebulosa-democracia. ao longo da sua vida blandina novais aparecida tinha aprendido a observar portugal à distância-hubble porque sabia  quanto mais de perto observasse menos conseguia  ver [1] . com um aperto no coração blandina novais aparecida aferia do estado da nação: um presidente da república  detentor de  23,30% (=2.534.745 votos) de portugal (10.864.327)   que se apresentava com um ego aumentado a 60,70% do universo do portugal-dos-pequeninos (4.262.672).  um primeiro ministro detentor de 21,57% (=2.343.866 votos) de portugal (10.864.327)  e que se apresentava com um ego aumentado a 41,50% do universo do portugal-dos-pequeninos (5.647.496).  isto recordava blandina novais aparecida  dos tempos do estado-novo onde se  tinha conseguido controlar  o recenseamento do processo eleitoral para caber  numa minoria da população  dependente do estado [2]. blandina novais aparecida acarinhava o devir do momento  da restauração dos pilares-da-criação da verdadeira democracia em portugal: aquela democracia que incluía  portugal   e não apenas o portugal-dos-pequeninos. na opinião da blandina novais aparecida tal  acontecia porque o ato eleitoral era  desenvolvido sob a crença epistemológica de que a sua existência era independente do modo como a pessoa comum se relacionava  com "ele". mas blandina novais aparecida também acreditava que se a pessoa-comum não convivia com o ato eleitoral  era porque  se tinha colocado (entre a-pessoa e o ato-eleitoral) um formalismo de arrogância estabelecido por normas  rígidas  que se encontravam desajustadas dos tempos. blandina novais aparecida tinha uma certeza: os pilares da democracia portuguesa não podiam continuar a servir  o ego do universo-do-portugal-dos-pequeninos e antevia a revelação das areias  num momento que profetizou ser o momento português d'evolução.
 
[1] Now you see (Mestres da Ilusão) – filme franco-americano (2013) dirigido por Louis Leterrier;
[2] Ana Sofía Matos Ferreira : "O sistema eleitoral no Estado Novo".

#ODS1 + #ODS2 + #ODS3 + #ODS#4 + #ODS5 + #ODS 6 + #ODS7 + #ODS8 + #ODS9 + #ODS10 + #ODS11 + #ODS12 +#ODS13 + #ODS14 + #ODS15 #ODS16 + #ODS17 PEDIMOS DESCULPA PELA DEMOCRACIA CONTEMPORÂNEA PORTUGUESA NÃO SERVIR PORTUGAL MAS APENAS O UNIVERSO EGÓICO DO PORTUGAL-DOS-PEQUENINOS.